2013 ⇢ 2014

Esse tal de 2013 foi bem sacaninha, viu? Mas tudo de ruim que aconteceu foi curado por tudo de bom que também aconteceu. Eu voltei pro lugar onde a minha infância ficou guardada, voltei pro coração de uma amiga que tinha ficado lá atrás mas que agora caminha do meu lado de novo, fui testemunha e cúmplice de uma história de amor que demorou 20 anos pra se ajeitar mas que agora tem a eternidade pra viver. Trabalhei e fiquei amiga de um gringo chato, um gaúcho bobo e feio e de um cara que conheci como Darth Vader mas hoje em dia é Mr. Catra. Isso tudo foi maravilhoso, mas nada foi tão bom como poder estar com os meus irmãos. Tanto o que mora há 4 quadras de mim quanto os que me fizeram pegar a ponte aérea duas vezes esse ano só pra poder estar com eles. Curtir, abraçar, aconchegar, falar merda, tomar vinho e leite fresquinho. Nunca falei tantos “eu te amo” pra eles porque, na real, nunca os amei tanto quanto agora. E olha que sempre amei. Papai se foi mas deixou um ótimo time aqui nesse plano.

De 2014 eu só vou correr atrás de uma coisa: leveza. Espero que tudo seja mais leve, mais calmo e mais iluminado. Eu, minha vida, as pessoas a minha volta e o mundo. Espero me aproximar ainda mais de quem eu amo e de quem eu ainda não conheço, mas quero bem. Espero me encantar com pessoas desconhecidas no Instagram e na vida real também. Espero me apaixonar mais ainda (pode?) pelo meu namorado, meus amigos, minha profissão, minha família e principalmente por mim. Quero mais verde, menos carne. Mais picnics, menos bares. Mais abraços, beijos e tardes ensolaradas com cerveja gelada.

O resto eu deixo na mão de Deus, ele sabe o que faz. 

Imagem

 

Anúncios