Aquele sobre entrevistas.

Olá meninas, tudo bem? O video post de hoje é sobre um assunto BEM recorrente dado o número de migxs que diariamente mandam seus currículos pra vagas de empregos que sabe-se lá Deus se são reais ou não. 

 

Entrevista

 

Aqui vão algumas questões com as quais eu, uma desempregada, tenho problemas:

  • Respondam emails de contato. Não vai cair dedo de ninguém nem consumir o tempo de algum funcionário que esconde de você (que ano é hoje?) que está no Facebook. E, por favor, nos poupe daquela baboseira de “não temos vaga mas estamos colocando seu currículo no banco de dados”. THERE IS NO BANCO DE DADOS e todo mundo sabe.

 

  • Vaga para uma “empresa confidencial” para vaga “confidencial” com salário “a combinar”. Sério mesmo? Se garantam, porra.

 

  • Massagem de ego, parem com isso. Pergunta de RH dos anos 80. “Por que você quer trabalhar na Lu SA?” Resposta: Porque eu quero um emprego, porra. Quero dinheiro. Quero trabalho. Quero carteira assinada. Quero plano de saúde. Quero qualquer merda que você me ofereça. A menos que o candidato tenha o SONHO de trabalhar na sua digníssima empresa ele vai jogar no Google pra saber quem você é (se não for confidencial) e vai inventar uma resposta.

 

  • O que eu almejo em dois anos? Sei lá, ter um cachorro. E um trabalho que me dê oportunidade de crescimento. Pronto. 

 

  • Me convença a trabalhar na/com a sua empresa. Eu já vi a proposta, mandei o currículo, já estou interessado. Você que tem que me convencer que me quer.

 

  • Joga limpo. Você não quer que o candidato minta, a gente também não quer que você nos engane. Toda empresa tem problemas, todo cargo tem percalços. Bote as cartas na mesa. 

 

  • Vagas.com é um buraco negro, vocês sabem né? 

A moral é: SEJAM SINCEROS. É o justo, com os dois lados. A gente precisa de vocês mas vocês também precisam da gente, é um troca mútua.

Sejamos francos.

Sempre.